domingo, 10 de junho de 2007

Elegy for Paul Seidl

a broken glass
tells me what happened
your eyes closed
an angel asleep on the asphalt
my heart bleeds
as i remember the two of us

dancing
laughing
kissing

your blue flashlights beam
from the infinity
into my way
though i cannot feel your hands
through my hair
anymore

the end
nor for ever
just for now

Um comentário:

Vitoria Seidl disse...

mariana,

Que linda homenagem que vc fez ao Paul! É sempre maravilhoso lembrar dele, especialmente através dos olhos carinhosos de quem gostou muito dele. Muito obrigada pela sua lembrança, me comoveu e me deu alegria reencontrar meu irmão desta forma tão bonita.

um grande beijo!