domingo, 10 de junho de 2007

uma história de suicídio

tempo pausado
em feridas
corações marcados por cicatrizes
nunca serão apaziguadas
suas crianças choraram em agonia
lágrimas que desceram dos olhos
rasgando suas frontes
enquanto você se manteve inerte
com suas mãos laçadas
e seu peito aberto

Nenhum comentário: