sexta-feira, 2 de outubro de 2009

ju e thais

minhas meninas
tão iguais
tão diferentes
tão banais
tão carentes
tão dementes
tão meninas...

minhas companheiras
de sextas... ou quartas
ou sábados e domingos
de chopes
aniversários
de muito tempo
de bem recente
de tudo junto novamente

minhas meninas de sorrir
mostrando o dente
a gengiva
lascivas
sempre nós
sempre sós
sempre, sempre...

minhas meninas
de cair de bunda
de vomitar champagne
de passar vexame
de falar abobrinha
das divertidas salas de discussão
sobre a vida
sobre filhos
sobre profissão
sobre inovação
e claro, sobre meninos...

minhas jornalistas
publicitárias
advogadas
assessoras de imprensa
diversão imensa
bailando a vodka
os cabelos esvoaçantes
a caipirinha sem adoçante
mais um, por favor?

minhas meninas
às vezes malandras
às vezes otárias
minha confidentes
minhas amigas
minha alegria

diária

6 comentários:

Ju disse...

Eu também chorei.
Em pensar que só consegui ler agora
Amei, amei, vou guardar pra sempre, immpressinho na minha caixa de tesouros =)
Obrigada, flor. Vc é um presente.
Beju

Marcela disse...

ei, eu tenho que entrar nessa história, nem que seja nas entrelinhas.....

mas não sei o que é carenre (não poderia deixar passar em branco, sou chata chata chataaaaa)

Ju disse...

A marcela tá com ciuminho!!! Gente, eu venho aqui todo dia ler, me faz um bem !
Mari, continue escrevendo sempre, dÊ vazão à esse dom !!!

Moura disse...

devidamente corrigido!

Bruno Quintella disse...

Sempre malandras e sempre otárias, sempre confidentes e sempre confessadas: amigas são exatamente assim.

Adorei.

beijo

Moura disse...

quintella, talvez meu mais fiel leitor... ainda bem que passas por aqui...