quinta-feira, 10 de junho de 2010

minha melhor amiga.















olha aquela romântica chorona
amante das artes e da música
tudo que ela precisa é estar ali
é sentir o vento e abraçar o mundo
as janelas se abrem e... shhh
segredos ao pé do ouvido
sem noção, sem sentido.

eita vida que não dá margem pro erro
pro desespero
pro derradeiro.
diacho de destino que não volta
que prende e que solta
que livremente suspira
sabota.
e empurra a gente a andar pra frente

ah, gente diferente
que ama e ensina
erroneamente certa
confusa
liberta... tudo que tem de bom
pra quem quiser ouvir
até os surdos...

faz com jeito, fala manso
no tati-bi-tati
não passa a mão na cabeça
mas olha nos olhos
que não me demoro
me vejo em você
aprendo a viver
a ouvir e a fazer
aprendo a sorrir... e nascer
aprendo a morrer
aprendo que não tem jeito...

eu amo você.

Nenhum comentário: