domingo, 13 de junho de 2010

quem procura, acha

e num é que alguém me ouviu?...
tanto eu falei
tanto eu pedi
que tive a triste surpresa


sua blusa verde atravessada
e os cabelos agora grandes
 me surpreenderam
suspiro, suspense, suspenso.

mãos tremulas
estímulos cardíacos descompassados
o encontro desencontrado
a coincidência desatada
desastrada
tardia, abestada
esperada... tão esperada

olhei pra esquerda
você pra direta
fingi que não vi mas andei pra frente
e fiz questão que você sim, me visse
como um castigo
na esperança que a minha presença fosse pra você
tão desconfortável quanto a sua
pra mim

saí dali,
do lugar que por muitas vezes te chamei
que por muitas vezes lembrei de você
com uma única certeza
não quero mais te encontrar

nunca mais.

Nenhum comentário: