domingo, 30 de janeiro de 2011

balanço

é pequeno botão
é gostar de sofrer
é um sim, é não
é fugir de viver

é amarelo claro
é sorriso escondido
é parada do lado
é polícia e bandido

é pêndulo confuso
é escorrega na praça
é côncavo difuso
é pura e sem graça

é o que eu sempre quis ser
é o que eu sempre escondi de você
é desculpa pra todo perdão
é melodiosamente deitar no chão
pra nunca esquecer


Nenhum comentário: